LEIA NOSSOS ARTIGOS ATUALIZADOS

Contatos

4 comentários:

  1. Forgive me. I do not understand Portuguese.
    I am a Baptist American. How terrible to hear that you are "open" to discussing if abortion is justified for babies with the Zika virus! Our American churches foolishly embraced abortion decades ago, and millions of children have been slaughtered because of our foolish decision. God will punish us for our selfish and un-Biblical actions, but now Brazil is following the same path!
    Do you think that murder is a solution for suffering? Outrageous! It was God who cursed the world with suffering; among other results of the fall, He let diseases multiply in our bodies as the manifest tribute we must pay for our sin. It is God who causes man to die. It is God who permitted the Zika virus to emerge. When did God ever sanction MURDER as a way to deal with the suffering He has imposed upon the world? Never!
    Remember the Amalekite who claimed to have slain King Saul so the he would not be tortured by the Philistines? Righteous David executed him. God permits us to alleviate our suffering, but He has never authorized us to kill someone to prevent their suffering!

    Please reconsider this horrible decision or you will soon regret it. Once the door has been opened to the monster of abortion, you cannot close the door again without a miracle.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I too am a Baptist American who is appalled that this group is considering sanctioning abortion. God will not look kindly on those who murder the helpless, while thinking they are providing a loving option.

      Excluir
  2. Please do not sanction abortion. If a woman has a baby with microcephaly, don't offer to kill it before it's born. Offer to help the family take care of the baby.

    ResponderExcluir
  3. Aos membros da Aliança de Batistas do Brasil.

    Gostaria de pedir meu desligamento da Aliança.

    A atual situação somada a outras atitudes é o motivo de meu pedido de desligamento. Faz algum tempo que venho notando que a Aliança não consegue cumprir com o pensamento de ser um espaço, uma rede de dialogo batista com outros batistas conservadores, progressistas, liberais, moderados. O que vejo é uma forte tendencia ao esquerdismo, tanto na defesa do aborto por parte de alguns membros, quanto pela defesa do homossexualismo que já tem me incomodado por bastante tempo.

    Sou a favor das mulheres, sou a favor da ordenação de pastoras, mas não concordo com a ideologia de gênero quando ela transcende para a questão lgbt, ou para a divulgação de cartilhas em escolas, influenciando crianças e causando disturbios numa situação já caotica.

    Também vi no encontro de Santa Teresa, uma total falta de gentileza e de dialogo, no momento da fala da professora Lília, só por que a mesma falou sobre a questão dos demonios no assunto guerra. Foi muito desmedida a reação na minha opinião, o que desfavorece a tentativa de dialogar com quem pensa diferente.

    Também me incomodou muito a aproximação com religiões de matrizes africanas. Uma coisa e respeitar a religião do outro, e não uma defesa tão apaixonada.

    Fiz boas amizades aqui na Aliança, não tenho queixa de nenhuma delas. Apenas discordo dos pontos aqui levantados e a atual situação de inquisição sem fogueiras só veio a aprofundar o problema, podendo até prejudicar as pastoras que lutaram tanto para serem aceitas na ordem.

    Entendo que os homossexuais devem ser bem tratados, respeitados, acolhidos em amor. Mas a Palavra deve ser anunciada a eles dando a estes a oportunidade de serem confrontados pela mesma, abandonando suas praticas, na caminhada do Evangelho.

    Que Deus possa levar esta fraternidade a uma mudança de postura, engajada sim, mas bíblica também.

    Pr. Nilo Tavares Silva.

    ResponderExcluir